Regulamentação de Cloud Computing pela ABNT

Tempo de leitura: 3 minutos

No dia 07 de Janeiro de 2016 entrou em vigor a norma da Associação Brasileira de Normas Tecnicas, a ABNT NBR ISO/IEC 17788:2015. A Norma define de forma geral a Computação em Nuvem, os seus termos e definições.

ABNT - Cloud Computing

A norma é uma versão em Português das definições criadas pelas ITU (International Telecommunication Union) e a ISO (International Organization for Standardization), organizações internacionais de padronização.

Junto a ABNT o trabalho foi feita com ao Serpro e a Anatel, em um trabalho que durou cerca de dois anos. O trabalho foi publicado em 07/12/2015 e entrou em vigor um mês depois.

Luiz Guilherme Aldabalde, analista da coordenação de Tecnologia do Serpro que participou das discussões sobre a norma, explica que o documento estabelece uma referência para definição sobre o escopo e a aplicação da computação em nuvem, auxiliando o desenvolvimento dos mercados nacionais de TI, servindo de apoio às agências reguladoras. “Toda vez que se estabelece um padrão sobre uma tecnologia fica mais fácil entender o assunto, avaliar as diferenças entre fornecedores e propor melhorias. Isso significa que uma norma passa a ser uma referência para aquisição ou elaboração de algum produto e para diferenciação entre os diversos fornecedores relacionados ao segmento”, avalia.
Aldabalde destaca que a participação do Brasil na elaboração de uma norma internacional desde seu início é um fato inédito, cujo mérito deve ser dedicado à ABNT como coordenadora do grupo nacional. “Nós do Serpro participamos deste trabalho desde o princípio, quando ainda estavam sendo iniciadas as atividades na ISO. Podemos dizer, sem sombra de dúvida, que o país teve uma participação efetiva na elaboração desta norma, analisando os documentos enviados, propondo novas definições, solicitando correções e tendo seu trabalho reconhecido através da incorporação das diversas contribuições apresentadas”, acrescenta o analista

“A disponibilização da norma de vocabulário e visão geral de computação em nuvem em sua versão em português permite com que empresas, usuários, associações de indústria, legisladores, reguladores e membros dos setores de TI e Telecom trabalhem com uma base sólida e comum de entendimento sobre o que é a computação em nuvem, o grupo de participantes e que tipo de benefícios dela podem ser obtidos. Isso possibilita que aspirantes a esse ecossistema tecnológico possam ter uma melhor avaliação de riscos e elaboração de portfólio de produtos. Além disso, esta norma permite que todos trabalhem sobre definições válidas internacionalmente, o que habilita empresas brasileiras a exportar seus serviços e a consumidores brasileiros consumirem adequadamente os serviços oferecidos tanto por empresas nacionais quanto estrangeiras”, relata Fernando Gebara Filho, coordenador da Comissão de Estudo de Plataformas e Serviços de Aplicativos Distribuídos (ABNT/CE-21:038.00).

Arquitetura

Esta primeira norma é um conjunto de termos e definições que formam uma base para a elaboração da Arquitetura de Referência para Computação em Nuvem, uma segunda norma internacional sobre o tema, cujo trabalho de tradução já foi iniciado pela ABNT e deve ser concluído ainda em 2016. A proposição de uma Arquitetura de Referência para Computação em Nuvem, completa Aldabalde, permitirá a compreensão dos diversos elementos que compõem uma solução e como esses elementos interagem entre si, dando ainda mais clareza ao mercado de computação em nuvem.

Fonte: http://www.serpro.gov.br/noticias/noticias-2016/abnt-normatiza-a-nuvem-no-brasil

Regulamentação de Cloud Computing pela ABNT
5 (100%) 2 votes