Aqui você encontra os melhores artigos de Marketing Digital!

 

Marketing Digital para Negócios Locais

Marketing Digital para E-commerce

Marketing Digital para E-commerce

Marketing Digital para E-commerce

Muitos acreditam que ter um comércio eletrônico é uma tarefa fácil, afinal basta comprar um domínio, ter uma plataforma e pronto, começar a vender.

 

Mas, a verdade é que trabalhar com e-commerce compreende muito mais conhecimento do que se possa imaginar. É preciso saber se relacionar com os clientes, conhecer os sistemas de logística, legislação, estratégias de precificação, usabilidade, técnicas de SEO, sistemas de front e backoffice big data, além de outras dezenas de nomenclaturas – incluindo o marketing digital.

 

Apesar do e-commerce estar crescendo anualmente, parte das lojas não chegam sequer a ter um site próprio. Recentemente, devido o fortalecimento de marketplaces como o Mercado Livre, muita gente passou a redirecionar sua audiência para esses canais, que permitem um contato limitado com os clientes.

 

Hoje, cada vez mais as redes sociais e o mundo online se tornam essenciais para os varejistas terem bons resultados com seus negócios, porém, em contrapartida, os internautas estão cada vez menos propensos a ver propagandas enquanto navegam, por acharem essa prática muito invasiva.

 

De acordo com um estudo da Forrester, 64% dos donos de lojas entrevistados estão aumentando seu budget de modo a driblar a crise econômica, focando seus investimentos principalmente em marketing e no desenvolvimento de plataformas mobile.

 

Mas, apesar de ser muito evidente a importância do marketing digital como catalisador e aliado para fazer uma loja virtual crescer, os lojistas acreditam que aumentar a taxa de conversão não é tão importante quanto arrumar os “gaps” de estoque ou equívocos na precificação, por exemplo. E como o tempo de um empreendedor de e-commerce é valioso, são poucos os que conseguem monitorar os erros e acertos da sua operação.

 

O preço é um elemento importante e determinante para a escolha dos consumidores, principalmente no contexto de recessão econômica do Brasil. Internalizar pode ser mais barato, porém é preciso ficar atento aos “custos invisíveis” que podem gerar um impacto importante no resultado da operação, como o treinamento de equipes e a possibilidade de perder um funcionário a qualquer momento.

 

O segredo para encontrar a resposta certa para o embate é entender o contexto dos lojistas de e-commerce, suas dificuldades, anseios e perspectivas, e a partir desse ponto, determinar o que é útil de verdade para eles.

 

Segundo dados da E-Bit, ao todo, o Brasil possui cerca de 60 mil lojas virtuais, onde marcas encontraram no espaço on-line uma maneira de aumentar suas vendas e incrementar seu negócio.

 

Porém, é importante frisar que não basta apenas colocar sua loja no ar. Para que os resultados sejam satisfatórios, é preciso traçar estratégias integradas de marketing tanto para geração de leads quanto para vendas.

 

Entende-se que o e-commerce não é apenas uma plataforma, mas um projeto complexo, onde seu sucesso depende de muitos fatores e a estratégia de marketing digital com certeza é a grande aposta do momento.

 

Antes de mais nada, é importante traçar o seu principal objetivo de negócio: VENDER. A partir disto, sua estratégia de marketing digital deve estar focada em conversão de vendas. Mas, para chegar lá, é preciso passar por algumas etapas.

 

Primeiro, é necessário fazer um branding, que nada mais é, do que o exercício de construção de uma marca forte e bem consolidada no mercado. Depois é preciso ampliar a visibilidade da loja virtual e de seus produtos nos meios digitais, para que atinjam seus consumidores. É importante também, construir um relacionamento com influenciadores de opinião para legitimar a marca e seus produtos, além de conquistar a confiança dos consumidores, de forma que enxerguem valor na loja virtual e nos seus produtos, para que este torne-se um verdadeiro embaixador da sua marca, defendendo a loja virtual e compartilhando sua recomendação.

 

Com estas etapas consolidadas, podemos olhar para o Funil de Conversão de Vendas, que se inicia com a descoberta da sua página pelo consumidor, passa pela escolha do produto, carrinho de compra, conclusão da compra, entrega dos produtos, pós-venda e fidelização.

 

Estabelecendo metas e estratégias coerentes para cada etapa e orientando sua gestão para atingir resultados, é possível fazer o seu negócio decolar.

 

Oferecido pelo parceiro: www.agenciaartefato.com.br

Comece 2018 no Topo!

Marketing para Aplicativos

O que é Marketing de Busca e Como Fazer?

Sites Otimizados para Vender Mais

Um Site de Valor é um Site que Vende. 

E com o Poder de alcance da Internet, com um site otimizado pode vender todos os Dias.

Por isso que sempre falamos aqui sobre a importância de se ter um site otimizado para o Google e que seja voltado para Vendas.

Independente do seu tipo de Negócio, você pode vender mais pela internet.

Aproveite e veja agora a nossa apresentação “A importância de um Site Otimizado para o Seu Negócio” 

É uma apresentação com 18 slides de Conteúdo exclusivo dando dicas incríveis para você fazer o seu site gerar Resultados Reais.

 

Acesse:

Criação de Sites Otimizado para sua Empresa

A Importância da Velocidade do Site

Devo Desenvolver Meu App Para Android, IOS ou Ambos?

android-vs-ios - Desenvolvimento de Apps

Nós já falamos aqui como o Custo de um App pode ter diversos fatores que influenciam no preço. 

Um desses fatores é a Plataforma de desenvolvimento que será utilizada no projeto.

Essa é uma das principais dúvidas de quem tem uma ideia para um Aplicativo: Qual Plataforma devo Fazer Primeiro, Android ou IOS?

Algumas questões devem ser levadas em consideração ao se planejar a criação de um App, entre eles, qual o público-alvo, o conceito do seu App e etc.

Com esse planejamento você já consegue ter uma ideia da plataforma ideal para o seu App.

O Poder da Exclusividade

O desenvolvimento para IOS é algo que normalmente é bem mais caro do que o desenvolvimento para outras plataformas e a nova linguagem da App a  Swift, apesar de ser uma promessa de facilitar a vida dos desenvolvedores ainda é muito recente e tem poucos profissionais no mercado com especialização na linguagem, o que não ajuda muito no preço final do projeto.

Mas o desenvolvimento para IOS pode ter suas vantagens, uma delas é o Lucro. Pesquisas já mostram que ter um aplicativo para IOS pode ser muito mais lucrativo do que para Android, pois de acordo com os dados, usuários de Iphone são muito mais propensos a Gastar com Apps.

Outro fator é a exclusividade, isso porque o fato de se ter um App apenas para IOS faz com que se gere uma ideia de exclusividade o que acaba gerando um certo marketing para o App.

Por isso é comum se ver grandes Apps sendo lançados primeiro para o IOS e posteriormente para o Android.

Aplicativos Híbridos

Desenvolvimento de Aplicativos Híbridos

Os aplicativos que são desenvolvidos exclusivamente para uma plataforma são chamados de aplicativos nativos. Esses aplicativos possuem uma série de vantagens, entre elas o acesso direto a funções do celular ou outro dispositivo móvel em que ele esta instalado, um melhor desempenho e muitas vezes dispensam a necessidade de acesso a internet.

Mas eles tem a desvantagem que para se conseguir tudo isso, se gasta muito mais tempo de desenvolvimento, e por isso normalmente são muito mais caros.

Outro modo de desenvolvimento que tem crescido bastante no mercado, é o desenvolvimento híbrido, em que se cria o App em uma linguagem que roda em múltiplas plataformas. Sendo assim em um único projeto, você tem um App que roda tanto para IOS quanto para Android.

A vantagem é que normalmente esse desenvolvimento é mais rápido e tem um custo menor.
As aplicações híbridas estão crescendo cada vez mais no mercado pela suas facilidades e podem ser uma boa opção para o seu projeto.

Ao criar um projeto híbrido deve-se levar em consideração o seu planejamento, pois se você deseja por exemplo, no futuro lançar versões nativas, provavelmente não vai conseguir aproveitar o código do seu App híbrido, o que vai gerar um retrabalho.

Conclusão

Se você busca um App para sua empresa, ou mesmo colocar em prática algum projeto ou mesmo ideia revolucionária, e precisa fazer um bom planejamento, talvez um MVP e definir a linguagem do seu projeto. A linguagem híbrida vem crescendo cada vez mais e pode ser uma boa opção para alcançar um público bem maior logo no lançamento do App.

 

Deseja ter o seu próprio App? Que tal ter um Aplicativo híbrido? 
A Cloud Market trabalha com esse método de desenvolvimento de App. Saiba Mais